5 dicas fundamentais para você dar os primeiros passos no marketing de conteúdo

Navegar pela internet e redes sociais é algo comum para a maioria esmagadora de nós. Contudo, tirar proveito profissionais é algo que dificilmente alguém aprende sem nenhum tipo de aprendizado.

Quando comecei, a internet e as redes sociais estavam nascendo e o treinamento adequado não estava disponível. Ninguém sabia como elas funcionavam.

Mais consistentes atualmente, descobrimos que o uso profissional da internet e das mídias sociais para alavancar o seu negócio ou a sua carreira tem fundamentos.

Confira as dicas essenciais para iniciantes que são o ponto de partida para você usar o marketing de conteúdo para alavancar a sua profissão da forma correta.

1. Saiba Quem Você Quer Conquistar

O primeiro ponto fundamental é entender com quem de fato você deseja se comunicar e mais especificamente em quais dúvidas, curiosidades, incômodos e necessidades estas mesmas estão realmente interessadas em se informar.

  • Quem é o seu cliente ideal em suas características?
  • Para quem você está criando conteúdo e compartilhando nas redes sociais?
  • Quais são as dores enfrentadas, os problemas e as possíveis objeções de compra dessa pessoa?

A partir do momento que você entender quem é essa pessoa, compartilhar um conteúdo que realmente interessa para a sua audiência fica muito mais fácil.

A forma correta de iniciar este processo de conhecimento é através da descrição formal da sua Persona, que nada mais é do que uma explanação aprofundada das características, hábitos e comportamentos cotidianos do que seria o seu cliente perfeito ou cliente ideal.

2. Crie Conteúdo de Alta Qualidade

O segundo passo é publicar um conteúdo que responda e esclareça às dores, os problemas e às objeções de compra deste seu cliente ideal.

Este conteúdo é feito sob medida, com planejamento, de uma forma estruturada e entregue em sequência guiadas por metodologias de marketing que vamos estudar em artigos mais para frente. 🙂

Com isso, você terá o conteúdo correto e saberá como transmitir de uma forma que guie os seus leitores por todo um processo que chamamos de a jornada de compra do seu cliente ideal.

3. Eduque os seus Clientes

É essencial lembrar que o objetivo do seu conteúdo compartilhado na internet e redes sociais é em primeiro lugar educar, ou mais claramente, ajudar esses interessados a chegarem aonde querem chegar.

Você quer entreter, inspirar, e ajudar o seu cliente, mas o seu objetivo primário é conduzi-lo até o mais próximo de uma tomada de decisão, e que preferencialmente você seja o profissional de maior referência e confiança para estes interessados.

Você realiza isso simplesmente educando os seus possíveis clientes por cada etapa comportamental do processo de tomada de decisão.

Se você tem dúvidas de como funciona o processo de tomada de decisão do seu cliente, agora é a hora de ler e aprofundar os seus conhecimentos sobre as 4 etapas do processo.

4. Ajude a sua Audiência

Ajudar o seu cliente potencial através da informação é simplesmente a base do marketing de conteúdo, do uso da internet e das redes sociais como meio para atrair e conquistar novos clientes.

A partir do momento que você os ajuda, você condiciona a sua audiência a continuar clicando, acessando e consumindo o seu conteúdo porque eles sabem que sempre haverá algo interessante lá para eles.

Toda experiência importa, e se você tem como premissa ajudar o seu cliente, consequentemente a sua taxa cliques, acessos e retorno sobre investimento serão fiéis à qualidade do trabalho e do conteúdo que você publica e entrega, certo?

5. Use a Regra 80-20

Mesmo com a intenção educacional, você pode e deve trazer o máximo de retorno possível em conversões de clientes e fechamentos de contratos de suas publicações de conteúdos na internet e redes sociais.

A regra 80-20 é uma premissa para as suas publicações de conteúdo na internet e nas redes sociais. Ela orienta que 80% do seu conteúdo deve estar mais voltado a educação e entretenimento, e 20% a oferta de fato.

Desta forma a sua audiência estará condicionada e acostumada a interagir com a sua marca e com seus conteúdos interessantes a ela, logo, consequentemente o processo de oferta e apresentação de um serviço ocorrerá literalmente de uma maneira extremamente natural.

Atente-se para os tipos assuntos que as pessoas mais interagem e compartilham em seu nicho de mercado e estude a partir destes modelos encontrados como replicá-los e melhorá-los acrescentando a sua essência e experiências pessoais.

No final das contas, mesmo com a intenção educacional e informacional, se a criação dos seus conteúdos foi guiada pela jornada de compra do seu cliente, estes definitivamente estão conectados em direção aos serviços que você tem a oferecer, logo, cada clique, acesso e leitura realizada não deixam de serem considerados um avanço em seus objetivos, não é mesmo?

Então, avante e não perca tempo. A prática é o que leva a perfeição e aos resultados expressivos!