Como utilizar o marketing de conteúdo para dar início a sua carreira independente?

Que o marketing de conteúdo anda transformando as relações entre empresas e seus clientes em potencial não me restam dúvidas!

Mas quando nos referimos a utilizá-lo como meio de profissionais recém-formados se lançarem no mercado de trabalho de maneira estratégica e segura é um esclarecimento que está se formando literalmente agora!

Não dá para aceitar que um profissional que tenha a possibilidade de atuar como um profissional de carreira independente fique a mercê por meses e meses de respostas dos intermináveis processos seletivos ou até de novas publicações de editais de concursos públicos…

Compreender e desenvolver uma postura proativa, resiliente, persistente e sair da passividade que a mentalidade de assalariado nos impõe, por via de regra funciona como uma injeção de ânimo para acreditar em si mesmo, se tornar aberto a novos caminhos e aprendizados e a finalmente criar coragem para dar os seus primeiros passos…

E por conhecimento de causa, posso te afirmar que para estes primeiros passos não há caminho mais eficiente do que formatar os seus conhecimentos em conteúdos de valor e aplicá-los e direciona-los a uma causa a ser abraçada, e melhor, objetivando-os a ajudar a exatamente o perfil de pessoas que possuem as respectivas necessidades que a sua causa abraça!

Aí chega a hora de você me perguntar:

“Mas por onde eu começo?”

Siga-me os bons… 😉

Transformando o seu conhecimento em um instrumento de atração e relacionamento

Esclarecido de tudo isso, a partir de agora temos uma missão a se cumprir:

Produzir conteúdos úteis para o seu cliente ideal para finalmente construir a sua própria audiência de interessados e clientes em potencial!

Essa tem de ser a sua primeira e principal missão!

Seja em texto, áudio ou vídeo, o importante aqui é gerar uma percepção de valor aos interessados e principalmente ajudá-los de alguma forma a chegar mais próximo do que eles estão buscando…

Por isso, ter uma extrema clareza sobre quem são essas pessoas e o que elas exatamente esperam encontrar é crucial para que você consiga conquistar a confiança e a credibilidade delas…

Mas atente-se!

Você não precisa e nem deve sair escrevendo ou gravando uma penca de textos ou vídeos de “dicas” e publicando desvairada e aleatoriamente…

Foque nesse primeiro momento em conteúdos que inicialmente ajudem-nas a se interessarem pelo o assunto e a encontrarem de maneira bem clara algumas orientações ou respostas de suas dúvidas, curiosidades e incômodos…

O seu principal objetivo neste momento é chamar a atenção, atrair e capturar o interesse para que estes “leitores” se encantem e se sintam instigados ou muito interessados a conhecerem informações mais aprofundadas sobre o assunto abordado, ou melhor, sobre as próprias necessidades que estes possam estar vivenciando, entende?

Aqui você botará a prova toda a sua competência sobre a sua área de atuação, sobre o problema em que você se dispôs a resolver e principalmente sobre o seu cliente ideal, ou melhor, sobre as curiosidades e demais interesses ligados ao problema (ou desejo) que o seu cliente ideal vivencia…

Ter conhecimento teórico e aprofundado é algo básico para conquistar a confiança e a credibilidade das pessoas, por isso, estude muito sobre esse problema em específico e mais ainda sobre esse possível interessado (cliente ideal), o conheça a fundo, sobre o que os interessam dentro e e principalmente fora do contexto dos serviços que você tem a oferecer, busque entender os momentos de vida que estes estão passando e seus respectivos estilos de vida…

Para atrair e criar proximidade você não precisa, necessariamente, apenas publicar conteúdos referentes a sua área de atuação…

Pesquise sobre as outros assuntos que também possam importar para esse cliente ideal e fale delas também…

Quanto mais conhecedor você se torna do seu cliente ideal, mais propriedade você tem em transmitir informações assertivas, ATRATIVAS e relevantes!

Legal? 🙂

Outro ponto a se considerar é que além de se ter propriedade sobre o conhecimento teórico do problema e sobre o conhecimento comportamental do seu cliente ideal, também é crucial escolher o formato em que você tenha mais habilidade para desenvolver estes conteúdos…

Seja este em texto, vídeo ou áudio, comece com o que você se sinta mais confortável e depois vá testando outros até identificar o que gera mais valor e engajamento dos seus interessados…

Transmitir com qualidade e de maneira clara é muito importante, no entanto, posso te adiantar que mais vale a qualidade e utilidade da informação contida na mensagem do que a excelência da transmissão, logo, se a sua mensagem for realmente de muito valor e utilidade para o receptor, a desenvoltura narrativa certamente ficará em segundo plano.

Estamos acertados? 🙂

Ou ainda existe alguma pulga atrás da orelha?

Se ainda sim, continue com a leitura e entenda os reais motivos pelo qual o marketing de conteúdo vem transformando as relações entre profissionais e clientes em potencial!

Se não, continue mesmo assim, mas certamente você já está apto a ir mais a fundo com o assunto abordado no e-Book a seguir!

Obter visibilidade

Já é mais que sabido que o fluxo de pessoas gerado pela internet e possivelmente alcançado pelas publicações nas diversas redes sociais, pelos resultados de buscas do Google e demais outros canais de comunicação existentes, são fontes poderosíssimas para atrair, encontrar e ser encontrado por pessoas interessadas no que você tem a oferecer.

Logo, nada é mais poderoso do que utilizá-los a seu favor de maneira estratégica e inteligente!

Se tornar referência

Ser específico em o que você pretende realizar, especialmente para a internet, é literalmente crucial para que você consiga atrair e obter uma alta percepção de valor dos milhares de possíveis interessados e clientes em potencial que trafegam a cada dia pela internet e pelas redes sociais.

O pulo do gato está em fazer com que as suas publicações tenham uma direção e clareza única que literalmente expressem a sua especialidade sobre exatamente o tipo de problema (ou desejo) que estes interessados estão vivenciando.

Por exemplo…

Não adianta publicar artigos destinados a crianças em um dia e a idosos no outro.

Isso certamente dispersará a atenção destes interessados e dificultará o engajamento e a fidelidade destes em seus conteúdos, ok?

Conquistar a confiança

Entregar conhecimento útil e especializado de maneira estratégica é a forma mais inteligente de se conquistar a confiança de possíveis novos clientes.

Isso acontece por dois tipos de fenômenos: o da autoridade, por te proporcionar credibilidade ao mostrar que você possui muito conhecimento sobre esse determinado problema vivenciado por esse possível interessado e o da reciprocidade, por naturalmente fazer com que essas pessoas impactadas e ajudadas pelo seu conhecimento e conteúdos sintam-se com vontade de devolver de alguma forma em o que você as tem ajudado, seja através de indicações, compartilhamentos e até finalmente o interesse em ter a experiência de um atendimento presencial junto a você.

Entregar conteúdos que atendam e até superem as expectativas desses interessados é o que de fato te fará conquistar a confiança, se tornar a principal referência e sacramentará que, no momento certo, você seja a pessoa certa para atendê-los em suas necessidades.

Alinhar o que você quer oferecer com o que esse interessado espera receber

Para você que está em início de carreira, nada é mais importante do que economizar e tornar o uso dos seus recursos financeiros o mais eficiente possível.

Logo, não há nada que chegue perto da assertividade e eficiência disponibilizada pela internet e seus canais de comunicação.

É sem dúvidas a forma mais simples e barata de verificar se o que você pretende realizar e oferecer está de acordo com os interesses e necessidades dos seus possíveis clientes.

E é aí que está a grande cereja do bolo.

Por aqui você pode se lançar no mercado de trabalho sem grandes investimentos através de suas investidas em conteúdos de atração, e caso a demanda ou a qualidade dos feedbacks não estejam de acordo com as suas expectativas, você pode ir ajustando as suas ideias e conteúdos iniciais com o que exatamente estes possíveis primeiros clientes estão demonstrando estarem mais interessados.

Ou seja, você lapida e adequa a sua proposta de valor para o que exatamente estas pessoas estão buscando!

O que achou disso? 🙂

Espero que tenha sido algo motivador!

Quer ir em frente? Acesse o link abaixo, inscreva-se e receba o eBook completo!

Um grande abraço!